quarta-feira, 24 de junho de 2009

Eu cansei de tantas mentiras

Eu achava que estava forte, que já estava acostumada com tanta dor. Me enganei. Pensava que suas palavras não iam mas me atingir, e que lembra do passado não passaria apenas de meras lembranças. Mais hoje eu vi, o quanto eu fui tola, o quarto eu perdi, perdi minha vida por você. Estou chorando, continuo chorando, e a dor aumentou, eu tola, ainda tinha esperanças de te ter de volta, e que eu ainda fosse te chamar de meu, mais hoje vejo que nada nesse mundo te trará de volta, e nada, nada que eu faça, nem minhas lágrimas mudará algo. Queria que você morresse, mais sei que morreria junto . Você não sabe o quando dói fingir um sorriso, enquanto se quer chorar, o quanto dói falar com você, te olhar, saber que nunca mais será meu, e esse amor vou ter que guardar em mim, e esse amor, talvez nunca sirva para outra pessoa, talvez esse amor, seja unico e apenas seu. É apenas seu. Vou me acostumar saber que fui apenas um passatempo pra você. Eu costumava te conhecer tão bem,e hoje já não sei que és, já nem sei quem sou. Como pude acabar minha vida assim? Porque você ama me maltratar, me usar? Meu coração esta despedaçado, a ferida sangra cada vez mais. Pensei que nos íamos conseguir, você sempre disse que era pra sempre, que íamos longe, que você ia me ajudar a superar qualquer queda, mais hoje estou só e fraca, você que em fez cair. Mais eu cansei de tantas mentiras, de tantos sonhos tolos, cansei de você. Sei que não sou forte como antes. Posso está caída agora, mais sei que cedo ou tarde irei levantar. E você vai voltar, me derrubar novamente, e mesmo assim vou dizer que estou bem, você não vai em ver abalada. Você vai morrer para mim, você vai passar a ser nada para mim, e quando lembrar de você, vou pensar que foi apenas mais um idiota que não soube me da valor.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

As feridas do coração, assim como as do corpo, mesmo quando saram, deixam cicatrizes. As minhas vão ficar para sempre, e ainda existe muitas feridas para cicatrizar. Meu coração bate forte, ele esta frenético, ele luta para se recompor, ele quer estar inteiro de novo. Mais meu medo ainda permanece, tenho medo que as feridas abram novamente, e que mais uma vez me veja sem chão, catando os pedaços novamente do meu coração. Hoje percebi o quanto eu perdi. Tantos sonhos eu deixo para trás, e nunca ouvi meu coração. E hoje eu permaneço sem rumo, e sei que minha fé esta abalada, eu estou sem direção. Não sei mais nada.
Ocorreu um erro neste gadget