quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

não existir

Eu estou longe de ser uma pessoa totalmente normal, as vezes me acho totalmente louca. Pensamentos estranhos e confusos vem em mente, e meu passado, vive em mim como um presente, e eu me pergunto porque tudo tem que ser assim, e porque meus olhos ainda choram. Mais se for escrever todas minhas duvidas , angustias, perguntas, minhas tristezas. Nem em mil palavras conseguiria.
Toda noites eu tenho medo, medo de dormi e acordar, ver que nada é como eu esperava. E nos meus sonhos, são tantas imagens confusas que me atormentam, eu acabo enlouquecendo, não sei quem sou, e para onde vou, o que vou fazer.
A cada dia parece que a ferida que existe em meu peito aumenta, eu não sei o que me faz feliz exatamente, e fico imaginando mil maneiras de morrer.
E se soubessem que estou assim agora, que estou sem rumo, e minha vida não tem sentido em nada, para mim respirar não tem mais graça. Estragou tudo de uma tal forma, e estou aqui a derramar lagrimas, e de minhas certezas as poucas, eu apenas tenho uma, concreta : não querer mais existir.


3 comentários:

isabella M. disse...

texto bonito. Mas é triste alguém que pensa assim..somos seres humanos,erramos o tempo todo.E nem devemos nos abalar muito por isso :)

Matheus disse...

sabe de uma coisa? procure mais sobre Deus (:

Magno disse...

Tente sorrir um pouco, pense positivo, um dia isso tudo irá acabar... :}

Ocorreu um erro neste gadget