domingo, 17 de maio de 2009


Estou no escuro, já faz tanto tempo que caminho atrás de algum sinal de luz, mais parece que a cada vez que caminho, escurece mais. Talvez eu fique aqui perdida a te esperar, talvez eu fique aqui por você. tem pessoas que não se cansam de sofrer, talvez eu seja uma delas, por mais que essa dor me mate, eu estou aqui por você, não sei porque ainda estou aqui por você... Olho para lados, sei que você não volta, porque ainda estou aqui, por você? estou parada no tempo. No tempo que ainda havia amor, que existia sorrisos, no tempo que eu me entregava a você, o tempo passou e nós não percebemos, não vejo mais você, e aqueles sorrisos não existem mais. Não sei quando será a hora de dizer adeus, eu cai, e você não me levantou dessa vez, foi embora, e não deixou mais nada, além das lembranças que me afogo a cada dia. Meu coração chora, sangra, eu grito seu nome entre choros sem fim. você me mata, estou caida em meio de sangue e dor. Eu grito seu nome em meio de choros sem fim, eu tento levantar desse rio de falsas canções, canções que canto para você de onde estiver, escutar, antes que tudo acabe, antes que eu vá, pois a cada dia a faca, me chama mais atenção.

Um comentário:

Núbia Mary disse...

" amei essa história, talvez seja porque eu me indentifiquei com ela, está relacionada a minha tão triste vidinha" Núbia Mary. 16 anos.

Ocorreu um erro neste gadget