sexta-feira, 17 de julho de 2009

Promessas? são poucas as compridas. Eu te prometi tanto. Você me prometeu o mundo. Prometeu estar presente em todos os dias da minha vida. Prometeu ser o motivo da minha felicidade, e hoje é o motivo de toda minha tristeza. Promessas são feitas, mais não são compridas. É tão difícil. parece que já se passaram 50 anos longe de você. e eu me vejo deitada, infeliz, pensando em tudo. Pensando em nós, e me doi, porque nunca houve ''nós''. Haviam sonhos, que me acompanhavam a cada dia. Sonhava que quando tudo acabase, você estaria aqui, eu ia olhar da janela, e lá em baixo estaria me esperando. Eu prometi te amar até o dia da minah morte, prometi viver pra você. Você se foi, e me deixou apenas com as promessas. Hoje eu estou de pé, com sua lembrança, com o mesmo amor, o amor que nunca chegou a acontecer, fotografias que não chegaram a ser tiradas. beijos que não foiram dados, e que permanecem comigo. E mais umas vez eu estou prometendo. Onde quer que eu vá, te carregarei comigo. Você nem chegou a me ter. Foi embora antes mesmo. É confuso não? me doi falar que te amei em vão. Cade você esta a noite, para me prometer mais? O para sempre não existe, nunca existiu. Oque adiantou você me prometer? Você disse que não ia soltar minha mão. Mais a qualquer tempestade, me via sozinha. Promessas? são poucas as compridas. Eu te prometi tanto. Você me prometeu o mundo. Prometeu estar presente em todos os dias da minha vida. Prometeu ser o motivo da minha felicidade, e hoje é o motivo de toda minha tristeza. Promessas são feitas, mais não são compridas.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget