terça-feira, 21 de abril de 2009


Lá estava ela com seu olhar frio e vazio olhando pela janela a chuva cair. Em sua cabeça um turbilhão de pensamentos confusos e perturbados, sem direção.
Quem poderia entra naquele mundo, um mundo fechado, quem iria resgata-lá da solidão, quem poderia fazer um sorriso verdadeiro invadir aquele rosto abatido.
Ela sabia, sabia que em um lugar distante tinha alguém, esse alguém ira faze-la renascer, mudar de uma forma inexplicável.
Ela sabia que em algum lugar distante o amor chegaria e ia toma-la por inteira, ela ia cair aos pés do amor, ela sabia, ela queria.
Queria poder se entregar, queria alguém que desse o mundo por ela, queria poder se sentir a unica e a mais amada, queria ter alguém que a fizesse continuar, que buscasse forças até onde não tivesse.
E quando o amor bateu na sua porta, nunca se fecha, o amor invade a alma, invade todo o seu ser de uma forma tão intensa e grande que não há palavras para descrever o que se senti quando há o amor.
Quando ela sonhou com aqueles olhos que brilham como um sol, ou a estrela que mais brilha a noite, aquele cabelo e aquele sorriso que invade seu coração, quando aqueles braços e o desejo de está entre eles.
O desejo de se envolver e saber que naqueles braços se sentiria protegida, aqueles lábios e o desejo colar nos seus aumentava a cada palavra, a cada '' te amo'' o sentimento ficou mais forte que ela, como um vicio, uma dependência.
Ele a unica coisa que ela enchergaria , a unica coisa que faz ela respirar, ela precisa dele como precisa que seu coração bata, porque sem ele ela sabia que não havia mais vida, estava além de sonhos, além de tudo que ela poderia pedir. A unica coisa que ela quer... seu sonho é eterno.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget