quarta-feira, 23 de setembro de 2009


Essa noite a insanidade olhou pra mim. Essa noite escura, vazia, só se ouvia meus gritos de socorro, queria que você pudesse ouvir, será que me salvaria? salvaria minha alma? Meus olhos são sinceros quando vão de encontro aos seus, mais você vai embora, fingindo não se importar com o que tenho pra oferecer. Mas eu sei que ainda pensa em mim, que as vezes me quer aqui, senti falta do meu beijo, senti falta de ter uma boba, para enganar

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget