sexta-feira, 26 de março de 2010

não vá sem ao menos escutar, tenho tanto pra falar pra você.

Minha vida se resume em um mar, um mar só de tristezas. Agora me pergunto o que me faz feliz. Se eu nunca estive tão sem rumo. Por que você fez isso? Queria que tudo fosse diferente, mas esse final eu já conheço. E mas uma vez quem sofre mais sou eu. Eu Odeio as vezes saber tanto do amor. Saber tanto o que é amar. Odeio sentir essa dor. Preferia quebrar todos os meus ossos do corpo, e esfaquear meu coração do que senti-la. Pensei que eu não iria senti-la com você. Pensei dessa vez teria o final feliz. Por que você é meu final feliz. Você nunca na vida vai saber o tamanho do mal que me fez. O tamanho da dor que eu carrego hoje. O tempo vai passar, a dor até consegue passar, mas a ferida não fecha tão cedo com o piscar dos olhos, a cicatriz vai continuar lá . Para sempre. SEMPRE, a palavra que você mas teme. E a que vai viver comigo pelo resto da vida. 
POR QUE NÃO TEM SENTIDO A ETERNIDADE SEM VOCÊ. Hoje eu morri, a parti de hoje eu passo a penas a existir. O que você pensar? O que você quer? Obrigada, você conseguiu. Eu nunca amei tanto como agora. Se eu achava que tinha, eu me enganei. Esta difícil acreditar em suas palavras. Eu não sou perfeita, e nunca fui. Mas lutava para tentar ser, pelo menos ao seu ver. Eu queria enfrentar o mundo, o universo por você, pelo ''nosso'' amor...O meu amor. O amor vai além do que você pensa que vai. O que passa em minha mente, mesmo parecendo ridículo, bem... eu me entreguei, e você não... Eu preferia morrer do que ficar sem você. Meu coração sangra em te imaginar em outros braços, com outros lábios. Outra historia, Coração partido, um choro sem sentido, um dor mortal. Meu coração se converteu a gelo. Hoje o céu não estava mas o mesmo, e a lua me abadanou também, como todos em minha volta. Tenho que continuar, mas não vivo sem você. E a cada segundo eu me lembro de tudo que passamos, e agora estou dançando sem você. Nenhuma das suas palavras doces vão me reconfortar. Meus olhos ardem de tanto chorar, meu sangue pulsa, e minha cabeça dói. Onde eu estiver eu vou te amar, e nos meus braços guardo abraços para te esperar. Hoje vi o quão idiota eu fui e sou. Hoje me pergunto por que começou? O que eu errei? A vida me tirou tudo, e a única coisa que restava :Você. Ela conseguiu tirar. A única coisa que me fazia ficar de pé. O que vai ser de mim agora? O que vai ser dessa dor? Nem todas palavras do mundo definia o meu amor, hoje nenhuma delas define minha dor. As lágrimas já viraram sangue, eu morri na batalha. Ninguém vai me levantar, eu não vou levantar. O tempo vai passar, e eu não vou te ter. E nas minhas lembranças não consigo te esquecer, nunca esquecerei. Mas uma vez eu me enganei, mas uma vez eu arrisquei. Mas uma vez eu cansei. Eu te amo, Eu te amo, Eu te amo. MEU AMOR, eu te amo! Minha única certeza sempre será esta. Então eu irei embora. Vou te libertar, e sem mim vai encontrar a felicidade. Vou levando as canções, a doces lembranças, os versos nunca ditos, os beijos nunca dados.Vou embora, e um dia espero que quando lembrar de mim ou ouvir nossa canção, abra um sorriso, e lembre que ninguém nunca te amou, nem vai te amar a metade do que eu te amei, e vou continua amando. Eu vou estar aqui amor, mesmo que tenha soltado minha mão. Permaneço segurando a sua...Olho para trás e vejo que te deixei escapar, tive sonhos, chances, você, tudo em seu lugar...Vou embora, e um dia espero que quando lembrar de mim ou ouvir nossa canção, abra um sorriso, e lembre que ninguém nunca te amou, nem vai te amar a metade do que eu te amei, e vou continua amando. Eu vou estar aqui amor, mesmo que tenha soltado minha mão. Permaneço segurando a sua...

Vai viver em mim, por que eu vivo por você....

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget