sexta-feira, 26 de março de 2010

want you


Está doendo, não aguento guarda isso em meu peito. Sei que nunca poderei te chamar de meu. Vou olhar teus olhos e saber que vou acordar todos os dias e não ir ao encontro deles ao meu lado na cama. Saber que vou esta do seu lado, mas você não é meu e nunca será. Saber que vou te encontrar, vou te ver sorrir. E meu coração vai continuar chorando.  Sinto um aperto no peito, sinto meu coração acelerar quando penso em você. Sinto minhas pernas tremerem, e minha voz se calar. Sei que nunca poderei te chamar de meu. Por que é assim? por que não vem para mim. Eu te quero. Minha mente está presa em você, em tudo que faz, fala. E quando me mágoa, quando não pensa antes de falar. Eu não entendo que mesmo assim te desejo mais pra mim. Você podia me fazer um favor, aprenda a me amar e seria menos uma garota solitária. Ou me ensina a te esquecer e seria menos um coração partido.
Como mostrar que o seu mundo é meu, meu coração é seu, minha canção é pra você. Só te peço uma chance. Você podia me fazer um favor, aprenda a me amar e seria menos uma garota solitária. Escute a minha voz, deixe eu te guiar, ao meu lado você será bem melhor. Eu conheço as estradas da vida, e quero te levar por elas, eu não conheço o segredos do amor, mas quero conhece-los com você. Sinto um aperto no peito, sinto meu coração acelerar quando penso em você. Sinto minhas pernas tremerem, e minha voz se calar. Sei que nunca poderei te chamar de meu.

Nenhum comentário:

Ocorreu um erro neste gadget